Feedbacks Horizontais com Speedwraps

Apesar de comprovado o poder de bons feedbacks para o desenvolvimento de pessoas, muitas empresas ainda negligenciam esta prática, tornando-a extremamente formal, burocrática e custosa.

Um processo que deveria ser simples e constante, muitas vezes passa a ser anual ou semestral, conduzido por pessoas que não conhecem a natureza do trabalho realizado pelo time e muito menos as dificuldades e desafios encarados diariamente.

Uma prática que ganha cada vez mais adeptos para combater esta disfunção é o incentivo de feedbacks horizontais, onde os próprios membros do time são responsáveis por conversarem entre si, contribuindo mutuamente para sua melhoria contínua como pessoas e profissionais. Entre os principais benefícios dessa prática, destacam-se:

  • aumento da empatia, compaixão e respeito entre os integrantes do time, gerando maior proximidade entre as pessoas;
  • melhoria na comunicação, evitando ruídos já que não há compilações e repasses;
  • são mais realistas por serem fornecidas diretamente pelos próprios companheiros de trabalho;
  • ajuda na retenção de pessoas na empresa, diminuindo o turnover.

Speedwraps

O Speedwraps é uma excelente dinâmica que visa a criação de um ambiente seguro para que membros de um time possam trocar feedbacks de forma simples, sincera e honesta. A dinâmica respeita os princípios da comunicação não violenta, favorecendo a comunicação eficaz através da empatia, apoiando a expressão de sentimentos e necessidades em vez de críticas ou juízos de valor.

Criei Speedwraps com a finalidade de incentivar a prática de feedbacks constantes como um presente, representado em forma de um cartão entregue logo após a conversa entre pares. Os cartões foram inspirados na prática do Feedback Wraps, do Management 3.0, e servem como apoio desde a preparação do feedback até sua transmissão.

Os cartões incentivam a escrita do feedback através de cinco passos importantes:

  1. Descreva seu contexto: para iniciar, descreva o ambiente em que se encontra, seu estado de espírito e expectativas.
  2. Liste suas observações: relate os fatos observados ou experiências vivenciadas que levaram a conversa.
  3. Expresse suas emoções: como você se sentiu com o fato ou experiência ocorrida.
  4. Explique o valor: mostre o valor agregado ao fato ocorrido ou mudança necessária.
  5. Finalize com sugestões: forneça sugestões úteis de forma positiva e ofereça assistência.

feedback wrap

Clique aqui para baixar o cartão 😉

Como funciona

Utilizar a dinâmica é bem simples. Basta ter um facilitador atento aos seguintes aspectos:

  1. Preparação do time:

    1. Explique a dinâmica. Caso precise de algum material de apoio, confira  minha palestra no TDC-SP. Espero que ajude 😉
    2. Ensine conceitos básicos sobre dar e receber feedbacks.
    3. Certifique-se de que todos as pessoas envolvidas desejam participar da dinâmica. Para isso você pode utilizar alguma técnica de facilitação na qual as pessoas possam se expressar de forma anônima. Caso pelo menos uma delas não sinta-se a vontade, postergar a dinâmica e trabalhar para que ela esteja confortável em um outro momento.
    4. Incentive a escrita de um cartão para cada membro da equipe, já que na sessão todos trocarão feedbacks entre si.
    5. Combine o timebox que será utilizado por cada dupla para dar e receber o feedback. Exemplo: seis minutos  por dupla, dos quais teremos três minutos para falar e três para escutar atentamente.
    6. Combinar dia, hora e local para o encontro.
  2. Preparação do ambiente:

    1. Organize um local reservado e sem ruídos onde as pessoas possam conversar tranquilamente.
    2. Arrume as cadeira para que estejam dispostas frente a frente e em pares, possibilitando maior contato visual facilitando a interação. Umas das formas mais fáceis de fazer essa configuração é montar duas linhas de cadeiras, mantendo o contato visual entre pares.
    3. No caso de um número ímpar de pessoas, reserve uma cadeira em um local separado para ponto de espera.
    4. Disponibilize um timer em um local onde todos possam acompanhar o tempo de duração de cada rodada de feedback.

      Feedback Wrap 1

      Disposição das pessoas e direcionamento das conversas.

      Feedback Wrap 2

      Disposição das pessoas e direcionamento da conversa com uma aguardando.

  3. Facilitador rodando a dinâmica:

    1. Receba o time no local marcado com todo o ambiente já preparado.
    2. Peça para as pessoas se acomodarem nas cadeiras.
    3. Explique como funcionará a dinâmica, o rodízio de cadeiras e marque o tempo de cada conversa.

      Feedback Wrap 3

      Uma pessoa fixa e em cada rodada as outras mudam de lugar em sentido anti-horário até que todas troquem feedbacks.

      Feedback Wrap 4

      Uma pessoa em espera e outra fixa. Em cada rodada todas mudam de lugar em sentido anti-horário, com exceção da fixa.

Mais algumas dicas

Como facilitador, após a primeira rodada, costumo formar um círculo com todos os participantes e fazer uma reflexão final. Falo sobre a importância do encontro e como a utilização desta ferramenta pode ajudar a criar/potencializar a cultura de feedbacks horizontais.

Concluo incentivando os participantes a fornecer feedbacks sobre a dinâmica e, caso sintam-se confortáveis, a compartilharem sobre como se sentiram durante as conversas. Procuro deixar as pessoas bem à vontade neste momento. Os relatos costumam ser surpreendentes.

Agora que você conhece o Speedwraps e a importância do feedback horizontal para formação e desenvolvimento de times, que tal proporcionar um encontro especial e potencializador dentro de sua organização?

Caso você também queira saber mais sobre Facilitação e Management 3.0, confira os nossos cursos e próximas turmas ;D

Autor(es)

Tadeu Marinho
Tadeu Marinho
Iniciou sua carreira desenvolvendo produtos digitais em 1999 atendendo a diversos nichos de mercado. Incomodado com a má influência da gestão tradicional aplicada ao trabalho criativo, teve seu primeiro contato com Agilidade em 2003. Liderou diversos times e atuou como agente de mudança organizacional desde então. Em 2017 passou a integrar o time da Knowledge21 como Agile Expert e Trainer, apoiando a transformação de empresas através do #TrueAgile.

Comentários

4 Comentários

  1. Valéria Aivarone Motta Maia 22/04/2020 em 18:45- Responder

    Tadeu…você pode me indicar mais técnicas de feedbacks? Gostaria de utilizar com meu grupo scrum e gostaria de saber se você tem alguma novidade sobre dinâmicas para dar e receber feedbacks.
    Muito grata

    Valéria

    • Tadeu Marinho 01/05/2020 em 11:31- Responder

      Olá Valéria, tudo bem?

      Desculpa pela demora, os últimos dias têm sido bem corridos.

      Excelente saber que você está à procura de melhorar a cultura de feedback de seu time.

      Começando pela segunda pergunta, Siiiiiim, feedbacks precisam ser dados remotamente também. Gosto muito do face to face, então indico sessões de conversas one-on-one e com câmeras ligadas. Também é possível rodar dinâmicas como o speedwraps online, rotacionando as pessoas em salas virtuais… Algumas ferramentas de comunicação ajudam diminuindo o custo de coordenação da criação da estrutura.

      Feedbacks também podem e devem ser dados de forma escrita. O speedwraps é baseado em uma técnica do Management 3.0 chamada de feedback wraps. Ela utiliza conceitos da comunicação não-violenta para que possamos expressar o motivo do feedback, seja ele construtivo ou de reforço, de forma mais empática. Aconselho a dar uma olhada no livro Management for Happiness do Jurgen Appelo. Inclusive, ele está sendo traduzido para português e estou participando deste trabalho. O capítulo referente a esta técnica foi traduzido por mim e um amigo. Esta ferramenta também é excelente para apoiar o feedback oral. Você pode escrever sobre eles através do template e praticar antecipadamente a conversa, tornando a experiência ainda melhor.

      Outra técnica que também pode nutrir esta cultura de melhoria contínua é a utilização de Kudo Cards, mais uma ferramenta do Management 3.0. São cartões que servem como tokens de apreciação, para que momentos de felicitação não passem despercebidos pelo time. Esta ferramenta tb pode ser utilizada presencialmente ou remotamente. Uma outra para reforço de feedbacks positivos seria o Merit Money, temos um caso de estudo publicado no site do Management3.0.

      Acho que o mais importante a ser frisado aqui é que essas técnias são apenas um suporte ou apoio para que os times possam amadurecer e realizar feedbacks frequentes, sinceros e constantes sem elas em um passo seguinte. Estudar sobre como dar e receber feedbacks para preparar as pessoas para isso também é bastante importante.

      Não prometo agora, mas vou tentar postar mais sobre novas técnicas.

      Espero ter conseguido ajudar. Precisando de mais algum apoio, é só falar. Demro um pouco, mas respondo. 😀

      Boa jornada.

  2. Valéria Aivarone Motta 23/04/2020 em 16:00- Responder

    Inclusive estamos em home office…você acha legal dar e receber feedback por vídeo?

    agradeço as dicas

    • Tadeu Marinho 01/05/2020 em 11:32- Responder

      Consegui responder com meu texto anterior? 🙂

Deixar um comentário