Aspectos de um bom lugar para se trabalhar

Não vou falar muito sobre Agilidade nesse post. Se trata de um algo pessoal que achei relevante deixar público.

Sendo um assunto pessoal vou logo deixando esse texto com o tom certo. Para quem está lendo e não me conhece, chuto que a grande maioria, sofro de depressão há muitos anos, tenho um histórico de tentativas de suicídio que foi rodeado pela minha depressão.

Depressão crônica é algo em que você precisa estar de olho sempre, da mesma forma como se eu tivesse diabetes teria que ficar de olho na minha glicose. Pois bem, em junho desse ano eu não estava tanto de olho assim, mas no momento que me peguei planejando uma nova tentativa reparei que as coisas não estavam bem comigo.

O porquê deste post?

Não quero aqui necessariamente expor a minha condição, quero demonstrar a todos que estiverem lendo o quanto eu gosto da K21. E antes que eu demore mais para dizer porque aí vai – A K21 não é uma empresa, é um organismo vivo feito de pessoas incríveis e inspiradoras, excelente lugar para estar. Mas o ponto mais importante para mim nesses últimos meses foi que me senti acolhido, compreendido e tive todo o espaço que foi necessário nesse tempo para me recuperar.

Não é em qualquer empresa onde é fácil conversar abertamente sobre assuntos pessoais, muito menos ter a liberdade de ganhar o meu salário estando afastado do meu trabalho normal, sem ter que recorrer a burocracias legais. Também não é comum trabalhar em um lugar onde TODOS que estão a sua volta se preocupam com você e querem que a pessoa por detrás do cargo esteja bem.

Nesses últimos 3 meses falei abertamente sobre as mudanças na minha medicação, assim como pude desmarcar trabalho com cliente que meus pares assumiram prontamente e poder fazer apenas o que me dava conforto em fazer. Tive medicação fitoterápica sendo trazida de fora para mim, muitos papos sobre casos familiares parecidos e certamente muitos abraços – Algo que nunca falta aqui na K21 🙂

Hoje me sinto acordado de um longo e profundo sono, estou bem vivo e gostaria de compartilhar a gratidão e o amor que estou sentindo neste momento. Sinto mais do que nunca que a K21 é uma casa onde também tenho abrigo e não o oposto. E se me permitem ser petulante, gostaria muito que cada vez mais pessoas pudessem ter uma relação com o trabalho parecida na qualidade. Meu interesse pessoal com agilidade tem muito mais ligação com essa vontade do que qualquer outra coisa.

Não quero passar novamente pelo o que passei nos últimos meses, mas sei que se eu tiver um episódio parecido vou estar entre muitos amigos que me darão o suporte que for possível dar.

Obrigado a todos os K21ers!

Aspectos de um bom lugar para se trabalhar 1

Minha média de felicidade nos últimos meses (aplicativo Daylio)

Autor(es)

Daniel Teixeira
Daniel Teixeira
Bacharel em física pela UFRJ. Possui mais de 10 anos trabalhando com desenvolvimento de software e é Agile Coach desde 2010. Criador de diversas dinâmicas de facilitação e referência na comunidade ágil.

Comentários

7 Comentários

  1. Gabriela Fiuza 27/09/2017 em 21:41- Responder

    Dani, você é um cara incrível, já te admirava pelo seu trabalho e agora também por esta exposição, abordagem de um problema tão sério de uma maneira tão clara e sem máscaras. Por este reconhecimento do trabalho e das pessoas da K21, que batem com o sentimento que eu tinha.
    Fico imensamente feliz por esta fase que você está agora!
    Seja feliz e cuide-se sempre!
    Quase não te reconheci na foto… rsrs

  2. Daniel Teixeira 27/09/2017 em 21:50- Responder

    Obrigado Gabi!
    Nessa foto o meu cabelo ainda estava só na parte de cima da cabeça 🙂

  3. Sonia 28/09/2017 em 10:41- Responder

    Daniel
    Admiro sua coragem de assumir publicamente questões tão pessoais.
    Acredito que desta forma você ajuda várias pessoas a falarem e buscarem ajuda para um problema tão comum e grave que é a depressão.
    E ainda nos inspira a querer que nossa empresa seja pelo menos um pouco K21…
    A K21 realmente agrega pessoas muito especias, profissionais excelentes e pessoas incríveis… você é uma delas!

    • Daniel Teixeira 28/09/2017 em 14:03- Responder

      obrigado Sônia pelo feedback!
      Fico até sem graça pelos elogios que estou recebendo 🙂

  4. Ronann Cruz 28/09/2017 em 14:36- Responder

    Poxa Daniel, te conheci em Campo Grande – MS num evento Agile Trends Pocket que teve aqui. Tu falou sobre assédio e até então não te conhecia, mas já sou seu fã cara desde aquele dia. Falar sobre o tema é muito difícil e ver que tu tem conseguido lutar, vencer uma batalha após a outra e contar com todo o apoio dos amigos isso é inspirador. Parabéns a você e a todos da K21!!! Você é muito querido não só aí!!! Aqui em Campo Grande – MS também será sempre bem vindo! Mais uma vez parabéns você é fantástico e ler o post me inspirou!

    • Daniel Teixeira 28/09/2017 em 14:45- Responder

      obrigado Ronann!
      Fiquei muito feliz em poder estar em Campo Grande palestrando, ainda mais feliz em saber que esse post foi relevante pra você também 🙂

  5. Luiz Coelho 30/12/2017 em 14:24- Responder

    Salvo artigos para ler depois. Dias depois de saber o que houve com o Daniel, abro sem querer este artigo tão sincero, profundo e de pura gratidão.
    Parabéns a todos da K21 por terem feito tanto por esse excelente profissional e ser humano. Existem aspectos na natureza humana que ainda não desvendamos e é muito triste acompanhar perdas assim. Todos perdemos, mas é bom saber que vocês enquanto puderam fizeram de tudo para ajudar.
    Minha sincera admiração.
    Abs.

Deixar um comentário