A empatia agilizando conversas

Quando li o primeiro valor do Manifesto Ágil pensei na hora: “Caramba! Até que enfim vamos começar a ver as pessoas como humanos ao invés de peças nas organizações! Quero fazer parte disso.”

Apesar do meu entusiasmo, que sei que é compartilhado por muita gente, como a galera do RH Ágil, sei que este valor é um grande desafio para a maioria de nós e para a maioria das organizações.

Isso porque fomos educados tecnicamente e habituados a trabalhar e valorizar os tais processos e ferramentas.

Mas existe uma competência comportamental que podemos aprender, experimentar e desenvolver que é, para mim, a competência chave para trazermos este valor ágil para a cultura da nossa organização: a empatia.

Quando falo em trazermos empatia para as empresas já ouvi frases como “Não tenho tempo para ficar falando de sentimentos em uma reunião” ou “Se eu perguntar como as pessoas estão, vai virar terapia”.

E é por isso que resolvi compartilhar aqui com vocês a minha experiência de que:

“Demonstrar empatia não é perda de tempo, empatizar é ganhar tempo.”

Vou explicar o porquê. 

Empatia e paráfrase

Empatizar é a forma mais eficaz de estar em uma conversa, porque vamos nos conectar e perceber o verdadeiro problema, a questão nuclear do nosso interlocutor, que é a necessidade por trás de tudo aquilo que está sendo dito.

Vamos a um exemplo. Já participou de uma conversa ou reunião em que uma pessoa repetiu diversas vezes o mesmo ponto? Imagino que já, né? 

Qual será a necessidade da pessoas por trás desse comportamento? Que problema ela está tentando resolver falando a mesma coisa várias e várias vezes?

Acredito que essa pessoa provavelmente estava precisando que alguém demonstrasse que seu ponto de vista foi ouvido ou considerado pela equipe antes da discussão continuar. Já vi isso acontecer em inúmeras reuniões. 

Nesses momentos é muito poderoso experimentarmos parafrasear o que foi dito:

 “Entendi que o seu ponto de vista é tal e que acredita que devemos fazer tal coisa para chegarmos em tal resultado, é isso mesmo?”(perceba que não precisamos concordar ou discordar, apenas dizer o que compreendemos do que foi dito).

A paráfrase aqui entra como uma das ferramentas para demonstrar empatia, mostrando que fizemos o seu primeiro passo – o da escuta ativa. Essa demonstração de empatia , especialmente quando estamos em papel de facilitação.

Gente, pode parecer pouca coisa, mas isso é tão poderoso que em experiências de mediação de conflitos já foi mensurado que “Parafrasear diminui em 20% o tempo de uma negociação”.

Vinte por cento! Então além de ser eficaz a empatia é eficiente. Aí é bom demais, não é não?

Empatia e Golden Circle

Fazendo a analogia ao Golden Circle, quando empatizamos nós nos conectamos ao porquê, e paramos de discutir sobre o como e o quê.

Em outras palavras, se o porquê de uma fala ou comportamento do nosso cliente ou nosso colega de equipe é o alvo que queremos atingir, a empatia é a mira que nos a ajuda a acertar este alvo.

empatia

Gostou do conteúdo até aqui? Imagino que já deve ter percebido, então, que o título do artigo é um trocadilho. 🙂

Empatia e Agilidade

Agilizar, ou tornar ágil, não é tornar algo rápido, mas é fazer a coisa certa, para a pessoa certa, no tempo certo e acima de tudo se adaptar às mudanças quando necessário.

A empatia, além de efetivamente tornar mais rápidas as nossas conversas, tem o super poder de transformar nossas relações de trabalho em interações realmente ágeis e pode nos ajudar a exercermos diversos papéis:

  • Como Product Owner, a empatia é fundamental para se conectar com o que realmente agrega valor ao cliente, a construir a História do Usuário e descrever os benefícios do seu produto;
  • Para os Scrum Masters é essencial para exercer a facilitação, ajudar e mediar conflitos no time e se conectar com os membros do time. Ser de fato um líder servidor;
  • E para o Time de Desenvolvimento a empatia é fundamental para a colaboração, a construção da confiança e combustível da motivação, todas características de uma equipe de alta performance.

Gostaria de desenvolver e aprender a utilizar mais a empatia no seu trabalho? Te convido a conhecer os nossos treinamentos de Técnicas Ágeis de Facilitação e Management 3.0 Fundamentals.

Este conteúdo enriqueceu a sua vida profissional ou pessoal de alguma forma? Deixe um comentário para a gente saber!? 🙂

Autor(es)

Daniella Prevot

Agile Expert na K21, a Dani, como prefere ser chamada, é apaixonada por pessoas e interações e por aprender e ensinar. Foi facilitando workshops e cursos de empatia e Comunicação Não-Violenta® que conheceu o mundo Ágil e se encantou com a proposta de transformação de organizaçõ...

Comentários

Deixar um comentário